terça-feira, 25 de fevereiro de 2014

CHEIA – Nível do rio Madeira já está a 18,48m e as vias atingidas estão interditadas - FOTOS e VÍDEOS



A Secretaria Municipal de Trânsito (Semtran) vem monitorando as ruas que estão interditadas nas regiões alagadas em Porto Velho, fiscalizando e interrompendo todas as vias que não apresentam condições de tráfego devido a cheia. Na região central da Capital, onde comporta os bairros Triângulo, Areal, Mocambo, Baixa União e Cai N’água (local com acesso somente de canoas e voadeiras) estão entre as regiões mais críticas.

Em vista da subida progressiva do rio Madeira, vias que estavam parcialmente alagadas, hoje estão totalmente cobertas. O exército e Corpo de Bombeiros auxiliam na retirada de famílias dessas regiões e a situação do trânsito no perímetro está totalmente comprometida.

Na aferição realizada na manhã de hoje (25) pela Agência Nacional de Águas (ANA) o nível do rio Madeira está a 18,48m

A Semtran divulgou quais as vias que hoje estão parcialmente interditadas. São elas:

Rua Rogério Weber entre Rua Almirante Barroso e Rua Raimundo Cantuária

Rua Jose de Alencar entre Rua João Alfredo e Rua Raimundo Cantuária

Rua Jacy-Paraná entre Rua Euclides da Cunha e Rua Capitão Esron de Menezes

Avenida Presidente Dutra entre as Ruas Almirante Barroso e Rua Raimundo Cantuária

Rua Prudente de Moraes entre Rua Treze de Maio e Rua Raimundo Cantuária

Rua Prudente de Moraes Entre Rua Alexandre De Guimarães E Estrada Do Santo Antonio

Travessa Mamoré entre Treze de Maio e Rua Jacy-Paraná

Rua Capitão Esron de Menezes entre Rua Treze de Maio e Rua Jacy-Paraná

Rua Treze de Setembro do inicio da Rua até a Rua Raimundo Cantuaria

Rua Tenreiro Aranha entre Rua Jacy-Paraná e Rua Raimundo Cantuaria.

Rua Tenreiro Aranha entre Rua Almirante Barroso Rua Jacy-Paraná

A situação está tão complicada que voluntários que estão prestando assistência aos moradores das regiões atingidas estão encontrando dificuldades. Na Rua 13 de Setembro, no Bairro Areal, um Jeep que estava ajudando na transferência de famílias, acabou ficando no meio da rua alagada. Soldados do exército que estavam no local trabalhando tiveram que prestar socorro 

Nenhum comentário:

Postar um comentário